Cálculo do Trapézio: como calcular a área do trapézio

Fazer o cálculo do trapézio não precisa ser difícil, muito pelo contrário. Basta que você saiba quais medidas precisa conhecer para realizar uma conta simples e logo terá acesso ao resultado final da área desse quadrilátero.

Para te ajudar, preparamos esse conteúdo exclusivo que ensina como fazer o cálculo certo da área do trapézio. Acompanhe a leitura, entenda mais sobre esse polígono e aprenda a fazer essa análise definitivamente, para nunca mais esquecer quando surgir a necessidade.

Conhecendo mais sobre o trapézio

O trapézio é um polígono composto de quatro lados, sendo dois deles paralelos e dois não-paralelos. Entretanto, seus lados não apresentam a mesma medida e, por isso, a medição de sua área não segue a mesma base dos quadriláteros comuns.

Os dois lados paralelos do trapézio recebem o nome de base maior (B) e base menor (b), considerando a sua medida básica. Já os lados não-paralelos, são chamados de lado 1 e lado 2. Nomear e reconhecer os nomes dos lados desse polígono, irá facilitar muito no momento de fazer o cálculo do trapézio.

Um último elemento importante para se conhecer em um trapézio e que irá influenciar diretamente no cálculo de sua área, é a altura. Basicamente, essa é a medida obtida pela distância entre as duas bases e, na equação, é representada pela letra “h”.

cálculo do trapézio

Os tipos de trapézio que existem

Além das considerações que já fizemos sobre este polígono, o trapézio também conta com uma última particularidade. Seus 4 lados, como já dissemos, o enquadra como um quadrilátero. Mas como a soma de todos os seus ângulos soma 360⁰, ele é, também, um quadrilátero notável.

Existem 3 tipos diferentes de trapézio e saber disso é muito importante para que você o defina corretamente. São eles:

1 – Trapézio retângulo: o trapézio retângulo possui dois ângulos de 90⁰, que são chamados de ângulos retos;

2 – Trapézio isósceles: o trapézio isósceles possui lados com a mesma medida, mas que não são paralelos;

3 – Trapézio escaleno: por fim, o trapézio escaleno possui todas as medidas diferentes entre si.

 

Fazendo o cálculo do trapézio

Agora que você já sabe o que forma um trapézio e quais as nomenclaturas aplicadas aos elementos que compõem esse polígono, já é possível realizar o cálculo para encontrar a sua área.

Para isso, você deve realizar o seguinte cálculo: A = (B + b) . h / 2

Cálculo do trapézio

 

 

Vale acrescentar que a letra “A” na equação significa área. Além disso, como foi dissemos anteriormente, o B é o tamanho da base maior, o b é o tamanho da base menor e a altura é representada pela letra h.

Dessa forma, você consegue encontrar a área do trapézio somando a base maior e a menor, multiplicando esse resultado pela altura do polígono e dividindo o valor final por 2.

Saiba mais artigos sobre:

Calculando a área de um trapézio na prática

Para que você aprenda e aplique na prática o cálculo do trapézio, vamos imaginar um polígono com as seguintes medidas básicas:

  • Base maior: 10 cm
  • Base menor: 4 cm
  • Altura: 5 cm

Aplicando essas medidas na equação que indicamos logo acima, você teria a seguinte fórmula:

  • A = ( 10 + 4 ) . 5 / 2

Logo, o resultado do cálculo da área do trapézio seria de 35 cm². Lembre-se que esse tipo de cálculo, que compreende a área de um polígono, é sempre encerrado ao quadrado.

Nunca mais se esqueça como fazer o cálculo do trapézio!

Agora, você já aprendeu sobre o trapézio, seus diferentes tipos e como calcular a sua área corretamente. Portanto, quando chegar o momento, é só colocar os seus conhecimentos em prática e realizar a equação com muito mais facilidade.

5/5 - (1 vote)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Top