Acumulado 2021: Tabela Inflação, Aluguel, Câmbio e Ouro

O Índice Geral de Preços (IGP) é um índice que mede a inflação do país. A partir dos preços desde matérias-primas agrícolas e industriais até os bens e serviços finais. Por isso, este índice influencia sua vida no dia a dia. Saiba sobre nosso artigo Acumulado 2021.

Neste artigo, vamos explicar para que serve este índice e como é calculado. Além disso, vamos esclarecer sobre o IGPM Acumulado e a sua relação com a tabela de inflação, aluguel, câmbio e ouro.

Para que serve o IGP?de contratos, tais como:

  • Mensalidades escolares e universitárias; mede a inflação oficial do país, sendo calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
  • Já o IGP é calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Por isso, é um índice mais próximo da realidade de mercado e com maior oscilação. Além disso, tem mais produtos e serviços atrelados a sua variação do que o IPCA.

    Outra de suas funções, talvez a mais importante do IGP, é servir de indexador

    Tarifas de energia elétrica;

  • Determinados tipos de seguro;
  • Alguns planos de saúde.

Mais uma função do IGP é a de exercer interferência significativ

  • Aluguéis residenciais e comerciais;
  • O IGP funciona como um indicador macroeconômico em função da série de fatores que são considerados em seu cálculo. Por isso, uma das suas funções é medir a economia e indicar se ocorreu inflação ou deflação em um período.

    O IGP tem o mesmo objetivo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Contudo, o IPCA

a nos investimentos. Isto acontece porque várias aplicações no mercado financeiro estão associadas a este índice.

acumulado 2021

Confira também sobre:

Como calcular o IGP e o IGP-M Acumulado 2021?

A FGV calcula o IGP que é disponibilizado em três versões, sendo elas: 10, Mercado (M) e Disponibilidade Interna (DI). Além disso, são índices independentes das entidades políticas e órgãos do governo.

A diferença entre eles está no período que é considerado para a coleta das informações. Cada um deles utiliza um determinado período de dados para os cálculos da evolução dos preços, pois:

Índices IGP Período de coleta Início

Mês anterior

Período de Coleta Final

Mês de referência

 

 
10 11 10  
M 21 20  
DI Primeiro ao Último dia  

O cálculo do IGP é composto por três outros índices. Um deles, é o Índice de Preços por Atacado – Mercado (IPA-M), que faz um monitoramento da indústria atacadista. Além disso, estima o impacto e valores dos preços no varejo.

Um outro, é o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M), que avalia o impacto dos preços no poder de compra do consumidor. Neste caso, utiliza os preços de alimentação, vestuário, dentre outros.

E, o último, que é o Índice Nacional de Custo de Construção (INNC-M), realiza um monitoramento dos preços para construção civil. Neste caso, considera os preços de materiais e mão de obra especializada.

Para a composição do IGP o peso dos índices é de 60%, 30% e 10%, respectivamente. Além dos elementos mencionados, para os cálculos do IGP também outros componentes são apurados, tais como:

  • Bebidas e fumo
  • Remédios
  • Embalagens
  • Aluguel
  • Condomínio
  • Empregada doméstica
  • Transportes
  • Educação
  • Leitura e recreação
  • Vestuário
  • Despesas diversas (cartório, loteria, correio, mensalidade de internet, dentre outros)

Tabela IGP de Mercado e Acumulado 2021

A FGV divulga ao final de cada mês a tabela do IGP-M e AGP-M Acumulado 2021, que tem as seguintes funções:

  • Mensurar a evolução do nível de preços;
  • Deflator de valores nominais (receita tributária);
  • Referência para a correção de preços e valores contratuais.

Logo, o IGP-M é utilizado como um índice base para o reajuste de várias tarifas da economia, tais como contratos, tarifas e seguros. Assim, é fácil acompanhar a evolução dos preços e investimentos que são atrelados a este índice.

Meses 2020 IGP-M IGP-M Acumulado
Janeiro 0,48 0,48
Fevereiro -0,04 0,44
Março 1,24 1,69
Abril 0,80 2,50
Maio 0,28 2,79
Junho 1,56 4,39
Julho 2,23 6,72

Reajuste do Aluguel pelo IGP-M

É interessante destacar que o IGP-M é conhecido também como a “inflação do aluguel”. De fato, ele ganhou esse nome por ter se tornado o principal indexador dos contratos de aluguel tanto residencial quanto comercial.

O índice é responsável por corrigir o valor dos alugueis ou de parcelas de bens adquiridos ou financiados conforme a inflação. O cálculo de reajuste baseado no IGP-M Acumulado é bastante simples.

Para começar você precisa conferir na Tabela IGP-M o fator de atualização. Vamos apresentar um exemplo para ilustrar o cálculo a ser realizado:

  • Valor acumulado dos últimos 12 meses do IGP-M: 8,78%
  • Valor do aluguel a ser reajustado: R$ 1.500,00
  • Cálculo: 1500 * 0,0878 (8,78/100) = 131,70

Assim, o valor do aluguel reajustado passa a ser de R$ 1.631,70.

Normalmente, é aplicado o valor do IGP-M Acumulado do ano anterior para calcular o reajuste do ano em vigor. Por isso, basta acompanhar a tabela divulgada pela FGV para conferir os valores utilizados para o reajuste.

Variação do Câmbio e do Ouro

O IGP-M Acumulado é utilizado para mensurar a variação do câmbio e do ouro justamente por ser um indicador mais próximo do mercado. Dessa forma, o IGP-M influencia vários outros investimentos no mercado.

Portanto, explicamos como é feito o cálculo do IGP-M e IGP-M Acumulado e como ele interfere na vida de todas as pessoas. Para saber se as correções dos seus contratos, tarifas e seguros estão corretas, basta acompanhar o IGP.

Leave a Reply