Preço da Gasolina Hoje: veja também de etanol e diesel em SP, RJ e RS

O preço da gasolina hoje é um dos maiores exemplos de como a inflação contribui para o aumento de custos de serviços básicos. Hoje, abastecer um carro com um tanque de 50 litros pode custar mais de R$ 250, dependendo do estado e da bandeira do posto escolhido.

Esse aumento considerável no valor do combustível tem algumas explicações. O primeiro deles, é o que já citamos: a inflação que está influenciando os preços no mercado brasileiro. No entanto, alguns outros fatores também contribuem para essa alta, que se estende para além da gasolina. Etanol e diesel também apresentam valores bem maiores, se comparados com o mesmo período do ano passado.

Por mais que os preços variem de um estado para outro, é bom já se preparar. Em todo o Brasil, notícias sobre o preço da gasolina hoje se acumulam, tendo sempre um aviso de aumento.

Inclusive, esse assunto é um tema recorrente nos grandes portais de notícias. Como exemplo, você pode conferir esse artigo publicado no G1, que informa uma alta de 50% no valor da gasolina apenas este ano.

Comparar preços ainda é a maneira mais eficiente de economizar ao abastecer o carro. Por isso, trouxemos algumas informações dos valores dos combustíveis em diferentes estados, que poderá te ajudar na hora de encher o tanque.

Preço da gasolina hoje

Qual o preço da gasolina hoje nos Estados?

Após o sexto aumento no valor do combustível no Brasil, está difícil encontrar algum posto revendendo gasolina por menos de R$ 5. No entanto, vale a pena conferir quanto ela está custando, em média, nos estados em que há maior quantidade de carros circulando. Veja só:

  • São Paulo: R$ 5,02
  • Rio de Janeiro: R$ 5,78
  • Minas Gerais: R$ 5,50
  • Distrito Federal: R$ 5,51
  • Paraná: R$ 5,06
  • Goiás: R$ 5,58
  • Ceará: R$ 5,24
  • Rio Grande do Sul: R$ 5,50

Veja o preço médio da gasolinas em todo os estados hoje:

Ranking estado preço médio da gasolina (R$/L)
1 Acre R$5,84
2 Rio de Janeiro R$5,78
3 Tocantins R$5,59
4 Goiás R$5,58
5 Distrito Federal R$5,51
6 Minas Gerais R$5,50
7 Piauí R$5,50
8 Rio Grande do Sul R$5,50
9 Espírito Santo R$5,43
10 Rio Grande do Norte R$5,43
11 Mato Grosso do Sul R$5,42
12 Rondônia R$5,39
13 Bahia R$5,37
14 Alagoas R$5,36
15 Maranhão R$5,35
16 Pará R$5,30
17 Sergipe R$5,30
18 Amazonas R$5,27
19 Ceará R$5,24
20 Pernambuco R$5,20
21 Mato Grosso R$5,19
22 Santa Catarina R$5,07
23 Paraná R$5,06
24 São Paulo R$5,02
25 Roraima R$5,02
26 Paraíba R$5,00
27 Amapá R$4,58

Há cidades que o preço já ultrapassa R$6,00.

Em outro artigo falamos sobre a gasolina x álcool: qual o mais econômico.

Por que a gasolina está tão cara no Brasil?

Compreender o motivo da gasolina estar custando tão caro, também nos ajuda a entender porque os outros combustíveis também tiveram tamanho reajuste. Basicamente, apesar de o Brasil ser um exportador de petróleo, matéria-prima para a gasolina e o diesel, nós importamos o combustível pronto e refinado. Com o dólar tão alto, há um reajuste no preço de venda final.

Já a questão do etanol também segue esse parâmetro. Hoje, o Brasil exporta tanto o combustível, quando o açúcar, obtido da mesma matéria-prima que cria o etanol. O dólar alto, nesse caso, funciona como um incentivo para a venda em mercados estrangeiros, pois traz maior valorização para o produto.

No entanto, essa revenda recai em uma das regras mais simples de definição de preços: oferta e demanda. Atendendo a demanda estrangeira, a oferta para o mercado interno diminui e isso resulta no aumento do preço praticado aqui no Brasil.

Além disso, o preço mais alto do etanol também é um influenciador no preço da gasolina hoje, já que esse combustível é obtido por uma mistura entre os dois.

O etanol e o diesel, respectivamente, estão custando, em média:

  • São Paulo: R$ 3,22 / R$ 2,58
  • Rio de Janeiro: R$ 4,19 / R$ 3,31
  • Minas Gerais: R$ 3,65 / R$ 4,19
  • Distrito Federal: R$ 3,21 / R$ 2,28
  • Paraná: R$ 3,92 / R$ 2,86
  • Goiás: R$ 3,76 / R$ 3,79
  • Ceará: R$ 3,94 / R$ 3,92
  • Rio Grande do Sul: R$ 4,33 / R$ 3,37

O que determina o preço do combustível?

O preço final do combustível no Brasil, além de considerar fatores de influência como o dólar e a exportação das matérias-primas, também sofre a incidência de diversas tributações. Somando, ao final de tudo, a margem de lucro dos postos, temos um resultado assustador, que pode ser compreendido pelo valor que se desembolsa para encher um tanque.

Estes constantes aumentos do preço do combustível está provocando um efeito contrário. As pessoas estão preferindo colocar quantias menores de combustível, na expectativa que os valores caiam um pouco.

Composição do preço da gasolina

composição do preço da gasolina

Porém, vale a pena compreender o cálculo que resulta no preço da gasolina hoje na bomba.

Como é calculado o preço do combustível no Brasil?

Como dito, o valor de revenda da gasolina nos postos é uma somatória do custo do produto base, incididas as tributações, do etanol que a compõe, custos de distribuição e a margem do revendedor.

Entenda melhor o que define o preço da gasolina na bomba de combustível:

  • Valor da gasolina comum na refinaria – 30,5%
  • Tributos estaduais (ICMS) – 28%
  • Tributos Federais (Pis/Pasep, Cofins e Cide) – 16,3%
  • Valor do etanol anidro, que será misturado com a gasolina comum – 12%
  • Margem de revenda – 10,3%
  • Custos logísticos e sua margem – 2,6%

Logo, você pode entender que, se houver variação em alguma dessas referências, também haverá um reajuste no preço final. E, infelizmente, essa é a expectativa para os próximos meses.

Temos aqui um artigo em que falamos sobre o cálculo do preço da gasolina.

Com a pandemia afetando o mercado global, é de se esperar que o dólar se mantenha alto em relação à outras moedas, o que estimula a exportação e torna os produtos importados cada vez mais caros, influenciando o preço da gasolina hoje.

5/5 - (2 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Top