Como consultar restituição do imposto de renda – IRPF

Como consultar restituição do imposto de renda – IRPF? Saiba aqui como fazer esta consulta e não perder a data da restituição do seu imposto de renda 2021.

Todos os anos, os trabalhadores brasileiros devem fazer a declaração do imposto de renda, normalmente tendo até o final do mês de abril como prazo máximo para isso. Esse imposto nada mais é do que um tributo que deve ser pago ao governo federal, um valor que é descontado do trabalhador anualmente, desde que ele tenha um faturamento superior ao que é determinado pelo governo.

Em nosso país, a Receita Federal é o órgão responsável pelos impostos das pessoas físicas e jurídicas, por isso, no site dessa instituição é possível encontrar todas as informações necessárias declarar corretamente seu imposto de renda. Também é função da Receita verificar se todas as informações declaradas são verdadeiras e regulares.

Tabela de contribuição do IRPF 2021

Outro conceito igualmente importante é a restituição do imposto de renda, ou seja, depois que o contribuinte declara seu imposto, é realizado um cálculo para verificar se ele pagou mais do que deveria e, nesse caso, tem o direito de receber a diferença. Trata-se de equilibrar o rendimento do trabalhador com as despesas essenciais que ele teve, com saúde e educação, por exemplo.

Resumidamente, durante todo o ano é descontado do trabalhador um valor referente aos tributos que devem ser pagos ao governo. Quando chega o momento de declarar o imposto de renda, o contribuinte informará quem são seus dependentes e quais suas despesas. A partir disso, a Receita Federal fará um cálculo para constatar se o trabalhador pagou mais do que deveria, tendo o direito de receber essa diferença.

  • Até R$ 1.903,98: isento
  • De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65: 7,5%
  • De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05: 15%
  • De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68: 22,5%
  • Acima de R$ 4.664,68: 27,5%

Como consultar restituição do imposto de renda – IRPF

Para consultar a restituição do imposto de renda, basta acessar o site do órgão responsável, ou seja, da Receita Federal no seguinte link: http://www.receita.fazenda.gov.br/aplicacoes/atrjo/consrest/atual.app/paginas/index.asp.

consultar restituição do imposto de renda

Você informará apenas o seu CPF, a data de nascimento e os caracteres que aparecem na imagem, conforme a imagem acima e terá acesso à informação que deseja – no caso, à restituição do seu imposto de renda, algo que costuma ser muito aguardado pelos cidadãos brasileiros.

Aqui você pode calcular imposto de renda gratuitamente.

Data de pagamento da restituição do IRPF 2021

Lote Data Selic Declarações transmitidas até*
31/05/2021 1,00% Prioridades
30/06/2021
30/07/2021
31/08/2020
30/09/2021

A restituição será paga primeiro para os grupos prioritário, que são os idosos e outros definidos em lei, mas também receberá logo em seguida aqueles que declararam logo no início, por isso não adie e não ultrapasse a data de entrega que em 2021 vai até o dia o dia 31 de maio.

Se não recebeu sua restituição, saiba o que fazer?

A primeira coisa a se fazer é consultar a restituição do imposto de renda. Se chegou na último prazo para receber, faça a consulta da situação da sua declaração. Para isso é essencial fazer a consulta ao extrato da declaração, no sistema Meu Imposto de Renda, apenas disponível no portal e-CAC,

O primeiro passo é consultar a situação da sua restituição. O ideal é fazer a consulta pelo extrato da declaração, no sistema Meu Imposto de Renda, disponível no e-CAC. Neste sistema poderá ver por qual motivo não recebeu ainda a sua restituição. As principais motivos são:

  • Ainda não chegou o seu momento (veja o cronograma acima);
  • Está na malha fiscal (sabia o que fazer);
  • Você está em malha débito, ou seja, possui dívidas e sua restituição será utilizada para compensá-las (saiba o que fazer);
  • As informações da sua conta bancária estão erradas ou a conta foi encerrada (saiba o que fazer logo abaixo).

Lembre-se de que, quando for declarar o seu imposto de renda, é de extrema importância utilizar apenas informações corretas e claras, pois tudo o que for exposto será fiscalizado pela Receita. Se houver alguma irregularidade, você poderá ter que desembolsar um valor ainda maior. Todo cuidado é necessário.

4/5 - (21 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top