Como Calcular Férias: Confira a Calculadora

Aprenda a calcular férias e saiba o valor que deve receber. Todo trabalhador regido pela CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas tem direito a férias deve entender como funciona o calculo de férias. As férias são calculadas de acordo com o tempo de trabalho.

Após doze meses de trabalho a lei garante ao trabalhador o gozo de 30 dias consecutivos ou não de descanso sem prejuízo de remuneração.

Um ponto muito importante e que todos devem saber é que a empresa onde trabalha, ou seja, seu empregador, seja empresa ou pessoas física para quem tem empregado doméstico, tem até no máximo 11 meses para conceder suas férias a partir da data do vencimento ou seu empregador será obrigado a pagar o dobro do valor das férias.

As férias é um dos direitos mais importantes. Confira tudo agora sobre como calcular férias.

Calculadora Férias

Remuneração de férias

Durante as férias o empregado tem direito a receber o valor correspondente a seu salário mais 1/3 do total de seu salário. O salário das férias e o adicional de 1/3 devem ser pagos até 2 (dois) dias antes do início das férias.

Para calcular férias é necessário saber a alíquota de contribuição do INSS no ano vigente de suas férias, para calcular férias também é preciso saber o valor retido de imposto de renda, eles são fundamentais para o calculo exato de férias.

calculo de férias

Como Calcular Férias

Após 12 meses de trabalho o trabalhador poderá tirar férias e para saber qual o valor que vai receber ao adquirir o gozo de férias é importante saber os componentes que entram no calculo das férias e como calcular as férias.

No calculo de férias é deduzido o INSS e o imposto de renda retido na fonte.

O valor das férias é igual ao salario bruto do empregado mais 1/3 deste salário o valor obtido é multiplicado pela alíquota do INSS, de acordo com a tabela anual do INSS.

Este valor é multiplicado pela alíquota do imposto de renda e depois diminuído da parcela a deduzir do IR, conforme tabela anual.

VALOR DAS FÉRIAS SEM DESCONTOS = SALÁRIO BRUTO + 1/3 SALÁRIO BRUTO
DEDUÇÃO DO INSS = VALOR FÉRIAS BRUTO X ALÍQUOTA DO INSS (Conforme tabela abaixo)

BASE DE CALCULO DO IR = VALOR FÉRIAS BRUTO – DEDUÇÃO INSS
DEDUÇÃO DO IR = BASE DE CÁLCULO DO IR X ALÍQUOTA IR/100 – PARCELA A DEDUZIR (Conforme tabela abaixo).

Tabela alíquota INSS 2018

Tabela Imposto de Renda 2018

Tabela IRRF 2015

Agora que já sabe como fazer o calculo de férias, vamos falar um pouco sobre o que são as férias e como ficam com a nova lei trabalhista e muito mais.

Férias, o que são

As férias nada mais são do que um direito trabalhista contido nas Consolidações das Leis Trabalhistas (CLT) e que dá ao trabalhando o direito a 30 dias de descanso após 12 meses de trabalho. A cada período aquisitivo, o trabalhador tem direito a tirar estes 30 dias que pode ser divido no máximo em 3 períodos de acordo com o trabalhador. Neste caso o empregador não pode exigir isso do trabalhador, essa opção deve ser do empregado!

Como ficam as férias na nova lei trabalhista (13.467)

Em novembro de 2017 entrou em vigor a nova lei trabalhista, oriunda de muitos debates e polemicas sobre a Reforma Trabalhista, mas ela foi aprovada e sancionada e passou vigorar desde então. Mas ainda há muitas dúvidas sobre como ficam alguns direitos e entre eles as férias.

De acordo com a Lei 13.467/2017 o período de descanso anual poderá ser usufruído em até três períodos (antes era possível apenas dois com justificativa), mas um deles não pode ser inferior a 14 dias corridos e os outros dois também tem como limite minimo 5 dias corridos cada um, isso se for de acordo com o empregado, caso o empregado queira tirar os 30 dias corridos, ele poderá, quem decide é o trabalhador.

O trabalhador ao solicitar as férias em 2 ou 3 períodos não precisa mais justificar, como antes deste lei.

Outro ponto importante é que este período de descanso não pode ser concedido dois dias antes de feriado ou fim de semana.

Desde que haja concordância do empregado, as férias poderão ser usufruídas em até três períodos, sendo que um deles não poderá ser inferior a quatorze dias corridos e os demais não poderão ser inferiores a cinco dias corridos, cada um.

Conclusão

As férias é um momento de descanso para o trabalhador que passou todo o ano trabalhando e portanto ele tem direito a este descanso. E por isso é bom saber como calcular férias e não ter surpresas na hora de receber seu abono.

Se ficou alguma dúvida deixe um comentário e não esqueça de compartilhar, caso tenha gostado.

4.4/5 - (400 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top