Requisitos e formas de pagamento auxilio Coronavírus de R$ 600

O auxílio coronavírus será no valor de R$ 600,00. Mas, para receber existem alguns requisitos e formas de pagamento auxilio Coronavírus. Se informe aqui!

O assunto Coronavírus está em todos os lugares e se mantém como uma grande preocupação para toda população mundial. Então, no Brasil não é diferente.

Portanto, uma das medidas encontradas pelo governo foi o auxílio coronavírus no valor de R$ 600,00. Este destinado aos profissionais autônomos e informais cadastrados no CadÚnico.

Entenda a seguir todos os detalhes e quais são os requisitos e formas de pagamento auxílio coronavírus. Assim, saiba também se você pode receber o benefício.

Mas o que é auxílio Coronavírus?

A situação atual e global do novo coronavírus nos obrigou a viver em distanciamento social. Isto para conter o avanço da doença que pode matar.

Por isso a preocupação é em como milhões de brasileiros conseguirão sobreviver sem sua renda habitual. Já que estes, na maioria dos casos, dependem do trabalho informal e autônomo.

Pensando nisso foi aprovado pelo governo uma auxílio emergencial no valor de R$ 600,00. Também chamado de “Corona Voucher” ou “Vale-Corona”.

Segundo as esferas governamentais estima-se que 24 milhões de brasileiros serão beneficiados, diminuindo o impacto causado pelo novo vírus. O que seria em torno de 14,4 bilhões de reais mensais segundo Rodrigo Maia, presidente da câmara.

Então, é de grande importância saber sobre o funcionamento e os requisitos e formas de pagamento auxilio Coronavírus. Veja mais detalhes a seguir.

coronavirus

 

Como funciona o auxílio Coronavírus?

Cada família que se enquadre nos requisitos receberá de R$ 600,00 até R$1.200,00 por 3 meses podendo ser prorrogado. Isto se a crise se estender por mais tempo.

Dessa forma, o vale-corona poderá ser recebido por duas pessoas da família, acumulando-se a outro auxílio federal. Sendo no caso o bolsa família. Os representantes poderão escolher para o somatório qual auxílio é mais vantajoso.

Acontece da seguinte forma: O pai da família, por exemplo, receberá o auxílio coronavírus. Enquanto a mãe escolheu receber o bolsa família, pois este possui valor maior que R$ 600,00.

De outra maneira a mulher que for provedora do lar poderá receber as duas cotas. Ou seja, R$ 1.200,00. Pois, ela sozinha é responsável pela família. Então, continue lendo para saber mais requisitos e formas de pagamento auxílio coronavírus.

Quem Poderá Receber esse Auxílio

O auxílio coronavírus ou corana voucher foi direcionado para as pessoas que não possuem empregos formais e sejam maiores de 18 anos. Estes devem cumprir os seguintes requisitos simultaneamente:

  • Não podem estar recebendo seguro – desemprego ou qualquer outro benefício da previdência social;
  • Nem estar inscritos em qualquer programa de repasse financeiro do governo federal, com exceção do bolsa família;
  • A renda mensal da família deve ser de R$ 522,50 (meio salário) por pessoa;
  • A renda total familiar deve ser de R$ 3.135,00 por mês (3 salários);
  • Não podem ter recebido em 2018 rendimentos maiores que R$ 28.559,70

É relevante saber que toda a renda familiar será considerada e totalizada. Não entrando para os cálculos a renda obtida através do bolsa família. Sendo este mais um dos requisitos e formas de pagamento auxílio coronavírus.

Saiba mais:

Requisitos e Formas de Pagamento Auxílio Coronavírus

Além das condições citadas acima existem também mais algumas exigências para receber o benefício. Portanto, a família interessada também deverá cumprir pelo menos uma destas:

  • A pessoa responsável deve ser microempreendedor individual (MEI);
  • Ou ser contribuinte do RGPS (Regime Geral de Previdência Social) em caráter individual ou facultativo;
  • Trabalhar informalmente e ser inscrito no cadastro único para programas sociais do governo federal (CadÚnico);
  • A renda e seus requisitos deverão ter sido cumpridos até 20 de março de 2020.

Formas de pagamento

O corona voucher será pago através de uma conta social digital, no estilo poupança, aberta automaticamente em nome do beneficiário. Por ser digital e criada em caráter emergencial a conta terá as seguintes características:

  • Isenção de taxas e tarifas de manutenção;
  • Não será necessária apresentação de documentação para abertura;
  • Para movimentação da conta não será permitido emissão de cartão, cheques e outros;
  • O usuário terá direito a uma transferência por mês para qualquer banco, desde que este seja autorizado pelo Banco central.

Existe também a possibilidade de uma conta já mantida pelo beneficiário ser utilizada para o pagamento. As contas são aquelas em que o Pis/Pasep e o FGTS são depositados, é o caso da conta cidadão da Caixa (CEF).

O Que Devo Fazer Para Receber o Auxílio Coronavírus

Para receber o benefício é preciso estar apto segundo os requisitos e formas de pagamento auxilio Coronavírus. Todas elas descritas anteriormente.

Além disso, estando cadastrado no CadÚnico o interessado pode conseguir de forma mais rápida seu ingresso. Isto porque o governo utilizará todas as informações contidas em seu banco de dados para verificar e autorizar o vale corona.

Se sua família atende a todas as exigências estipuladas, mas você ainda não é inscrito no cadastro único, deverá:

  • Ir até a prefeitura da cidade e se informar sobre o responsável pelo cadastro;
  • Ou comparecer até o CRAS mais próximo para fazer a inscrição.

Essas instituições e seus profissionais são responsáveis por inscrever qualquer brasileiro que necessite. E lembre-se de ter em mãos seus principais documentos de identificação:

  • RG;
  • CPF;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão de nascimento e casamento.



Leave a Reply